quinta-feira, 21 de abril de 2011

O dia 30 de junho de 2010...

Desde  cedo no dia 29 tenho sentido as contrações,aí corri pra fazer unha e terminar de arrumar as coisas afinal,nunca se sabe né!
As contrações não eram regulares então resolvi esperar,tomei queimadinha na casa da tia Zeila ,as contrações iam ficando cada vez mais regulares e doloridas! De noitinha em casa tava começando a ficar complicado,nada adiantava,eu andava de um lado pro outro,deitava,sentava e a dor não passava!Então saímos daqui mais ou menos 1 hora da manhã do dia 30 de junho,eu ,meu Amor e a mãe.
Chegamos ao Bom Samaritano,as contrações cada vez mais fortes,depois de preencher tudo a recepcionista nos encaminhou a sala de pré parto,;lá a enfermeira mediu a pressão e disse que não achava que tava na hora pois eu tava muito calma(acaso eu tinha que chegar fazendo escândalo)?
Então ela chamou o médico que escutou o coração de Isabela e fez o exame de toque : 4cm,então ele mandou a enfermeira preparar tudo,ela me deu a camisola e disse que era pra eu ir lá fora despedir do papai e da minha mãe.
Mozão me deu um abraço gostoso e a mãe me olhou com a cara de quem ta super feliz!
Voltei pra sala,a enfermeira fez a lavagem e nem preciso falar o resto!
Depois ela me colocou no soro,e me deixou lá na maca!Quanta dor e solidão,MEU DEUS!!!
As horas não passavam,ninguém me explicava nada,a enfermeira preencheu uma ficha,conversou um pouco comigo! Eu me virava de um lado pro outro,me contorcia e ninguém aparecia pra falar NADA! Ás 4:30 a bolsa estourou,chamei a enfermeira,e ela deu uma olhada,disse que depois que a bolsa estourava era rápido! Se seria rápido eu não sabia que tava doendo ainda mais eu tinha certeza! O médico veio examinou,escutou o coração e 7cm de dilatação ,ainda não tava na hora!
Não gritei,não fiz escândalo,só lembro de gemer e pedir ajuda de Deus,lembro que falei com a enfermeira que eu não agüentava mais de tanta dor,ela me disse infelizmente não posso fazer nada,é assim mesmo! Na hora fiquei chateada,mas era verdade.
Me virei de costas pra ela,comecei a respirar fundo quando a dor vinha e orar quando eu não estava sentindo dor,ás 6:30 fomos pra sala de parto.
É realmente um milagre da vida o médico falou assim: eu só vou te ajudar,é você quem deve trazer seu bebê ao mundo,já to vendo os cabelinhos dela...O médico mandava que eu fizesse força e por mais que eu fizesse ,a força nunca era suficiente!
Eu dizia que não ia conseguir e o médico consegue sim,você ta muito forte até agora,força mamãe!
Aí ele disse assim: faz o seguinte respira normalmente enquanto a dor não chega,quando começar a sentir dor prende a respiração e não solta e faz força!Eu fazia tudo certinho e NADA!
Aí o pediatra que tava encostado no bercinho virou pra mim: Você precisa conseguir,ela não pode ficar aí onde está! – Nesse momento a enfermeira pressionou minha barriga,DEUS me deu toda a força que eu precisava,e eu ouvi o melhor som de toda minha vida,o choro da minha pequena Isabela – consagrada a Deus!
Toda sujinha cabecinha toda amassada – ela também fez força pra sair da sua casinha -.
O pediatra limpou a enfermeira colocou sobre o meu peito e levaram ela pra fazer os exames...Que felicidade,meu bebê nasceu,meu milagre chegou!
O médico fez os pontos,a enfermeira me limpou ,me levou pra maca e me deixou no corredor...Eu tremia...Não sei se de frio,de emoção,de nervosismo.Fiquei no corredor por um tempo que não sei qual é,mas que parecia uma eternidade! Aí chegaram dois enfermeiros e me levaram pro quarto,e nada da minha bebê aparecer! Perguntei pra enfermeira ela disse que ia busca-lá,ainda demorou uns 30 minutos,mas enfim Isa chegou!


Nenhum comentário: